16/05/2018

Oficina Agro Centro Oeste Familiar 2018

O grupo Pet Nut marcou presença no evento Agro Centro Oeste - Familiar desse ano, que ocorreu nos dias 09 a 11 de maio, realizado pela Universidade Estadual de Goiás Câmpus São Luís de Montes Belos - Go.
A oficina aconteceu exatamente no dia 10 de maio, na Escola Fazenda, sala 6, de 8:30 às 11:30. Intitulada “Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional em Goiás, o que precisamos?” teve como objetivo promover e divulgar o IV Encontro Nacional de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional - ENPSSAN que a UFG terá o prazer de sediar o ano que vem. O Pet faz parte da comissão organizadora deste Encontro.
Nesta oficina da Agro Centro Oeste, a petiana Francisca juntamente com as professoras Andrea Sugai (FANUT UFG), Veruska Prado (FANUT UFG e Rede de Pesquisadores em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional)  e a Nutricionista Thais de Paula Marques (CECANE UFG) construíram uma linha do tempo retratando os principais acontecimentos na história da SSAN no Brasil.
Participaram da oficina representantes de: agricultores familiares, cursos da área de agrárias, antropologia, nutrição, programas como o PAA - Programa de Aquisição de Alimentos, Conab - Companhia Nacional de Abastecimento, Balaio do Cerrado, dentre outros.



O objetivo geral da oficina foi construir a ideia da importância de trabalhar em conjunto para que todos os conhecimentos sejam expressos e apresentar as conquistas e retrocessos em Segurança Alimentar e Nutricional no decorrer dos anos. Além disso, gerar demandas e questões para se trabalhar no IV ENPSSAN.

Em breve serão divulgadas maiores informações sobre o IV ENPSSAN. Esperamos por vocês neste importante evento!




09/05/2018

Dia das Mães


A importância das mães na formação do hábito alimentar das crianças


          No segundo domingo de maio é comemorado o Dia das Mães. Em virtude desta data, o PETNUT resolveu preparar uma postagem especial explicando um pouco sobre como as mães influenciam no hábito alimentar de seus filhos.

      Desde a gestação, os hábitos alimentares materno são muito importantes para a formação e desenvolvimento saudável da criança. Dessa forma, a gestante dispõe de uma necessidade diferenciada de nutrientes para que ocorra o crescimento e desenvolvimento fetal de forma adequada, já que as reservas nutricionais da mãe são as responsáveis pela nutrição do feto. Caso contrário, o excesso nutricional ou a desnutrição materna podem aumentar a probabilidade do bebê desenvolver alterações metabólicas, no crescimento e até neurais.
           Além disso, os hábitos alimentares da mãe influenciam no paladar e o olfato do bebê, definindo gosto e preferências alimentares, enquanto os aromas e sabores podem ser transmitidos através do leite materno, criando sensação de substancias aromáticas familiares. Em relação ao leite materno, sua composição e sabor é influenciada também pela alimentação materna, assim, uma lactante que possui uma alimentação variada e rica em nutrientes propiciará que seu bebê desenvolva uma maior flexibilidade em suas escolhas alimentares.
                Até os 6 meses de vida é recomendado o aleitamento materno exclusivo. Após esse período, recomenda o início de uma alimentação complementar. Sendo esta introduzida de forma lenta e gradual, dando preferência a alimentos in natura e coloridos, como frutas, verduras e legumes que são ricos em vitaminas, minerais e fibras, mantendo o leite materno até dois anos de idade.

            O comportamento alimentar dos pais também influenciam nos hábitos alimentares das crianças, refletindo nas escolhas alimentares, podendo acarretar ou não a depender da escolha em doenças crônicas não transmissíveis, como obesidade, diabetes, hipertensão entre outras. Dessa forma, as crianças que possuem bons exemplos em casa, e também na escola, tendem a seguir os hábitos alimentares mais saudáveis e ter maior qualidade de vida.


FELIZ DIA DAS MÃES!!!

04/05/2018

UM SÁBADO INCRÍVEL NA CIDADE DE GOIÁS
INTERPET 2018

No último dia 28, aconteceu na cidade de Goiás, o INTERPET 2018, esse ano organizado pelo PET Vila Boa do câmpus UFG da cidade sediada. No encontro, que acontece anualmente para reunir os grupos PET do Estado de Goiás, contou com a presença de cerca de 150 participantes dentre estudantes, professores tutores, e membros do Comitê Local de Acompanhamento e Avaliação (CLAA) das cidades de Goiás, Goiânia, Urutaí e Jataí.


O evento permitiu trocas de experiências através dos GT’s (Grupos de Trabalho), nos quais os petianos discutiram dificuldades enfrentadas em seus grupos, propostas de melhorias e propostas de soluções. Posteriormente, em assembleia, foram debatidas as demandas abordadas nos GT’s visando a melhoria do programa que serão levados aos encontros do Centro-Oeste e Nacional dos PETs.

                       



Na programação, houveram ainda, oficinas organizadas por alguns grupos PET, para os demais participantes. O PET NUT ofereceu a oficina “Ética e Marketing nos cursos de saúde”. Nesta oficina foram listadas diferentes atitudes e funções que o nutricionista pode ou não adotar e os participantes deveriam julgar se era certo ou errado, e então, as estudantes explicavam acerca do assunto.




Ao final houveram momentos de análise e avaliação por parte dos participantes, onde puderam fazer questionamentos que não foram abordados ao longo da oficina.


Ainda sobrou um tempinho para conhecer um pouco do centro histórico e contemplar toda aquela atmosfera histórica carregada de beleza, sabores, tradições e cultura. Fatos que devem sempre ser considerados em atividades que ultrapassam as paredes da universidade.

                                       

Desenvolvido por: Adorável Design ・ Design por: @Pintarecriativo

PET NUT ・ Todos os direitos reservados