sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

RETROSPECTIVA PET-NUT 2017/2

O ano está acabando, as festas de final de ano chegando, vamos relembrar as atividades que o PET realizou neste segundo semestre de 2017…


         Iniciamos o semestre comemorando os 10 anos do PET! A festa ocorreu no dia 15 de setembro, no pátio da Faculdade de Nutrição. Foi um momento de reencontros e de compartilhar experiências, um momento emocionante e muito enriquecedor para todos os participantes.
Em seguida nos dias 16, 17 e 18 de outubro  participamos do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (CONPEEX), promovido pela Universidade Federal de Goiás, no campus Samambaia, com o tema central: “A Matemática está em tudo”. Apresentamos um trabalho sobre uma das atividades que mesclam o tripé (pesquisa, ensino e extensão) da instituição, o ”Recicla Nutri“, com o tema: ”Recicla Nutri como uma iniciativa para controle de resíduos sólidos da faculdade de Nutrição/UFG”.


No mês de novembro as atividades não pararam… No dia 11 realizamos em parceria com a Superintendência de Vigilância em Saúde (SUVISA) e a Liga Acadêmica de Nutrição (LANUTRI), um evento em comemoração ao Dia do Diabetes que é celebrado no dia 14 de novembro. Com o título de “ Primeiro Circuito de Goiânia do Dia Mundial do Diabetes”, ocorreu na Vila Ambiental, localizada no Parque Areião e contou com o apoio dos cursos de Educação Física e Enfermagem, tendo por objetivo a sensibilização da população para a importância da alimentação no controle dessa doença.



No decorrer desse período, o PET iniciou um novo ciclo para intensificar o apoio acadêmico através da nova identidade dos minicursos. O primeiro realizado foi no dia  18  de novembro,  ministrado pelo Prof. Dr. João Mota e abordando a temática da “Interpretação de Exames Bioquímicos Aplicado à Nutrição”. Já o segundo minicurso foi sobre o tema  “Avaliação Nutricional: Prática em Medidas Antropométricas”, realizados nos dias 21, 22 e 23 de novembro, com a Prof. Dr. Andrea Sugai. Esse novo perfil foi muito bem aceito pelos estudantes da unidade o que garantiu o sucesso dos eventos e grande busca por novas temáticas para o próximo ano. Aguardem que em 2018 tem mais galerinha!!!!
E para finalizar esse período intenso de atividades, fechamos o ano com chave de ouro em uma ação de extensão sobre o Aleitamento Materno!  No dia 25 de novembro promovemos na Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com a comunidade local uma ação intitulada “Promoção do Aleitamento Materno“, na qual trabalhamos informações essenciais dessa prática rica, replicando os conhecimentos obtidos na academia.
E foi isso pessoal, um resumo sucinto todas nossas atividades que geraram para todos os envolvidos um crescimento intelectual e pessoal. Em 2018 voltamos a todo vapor, com novas atividades. Não deixe de nos acompanhar!!!


Para encerrar esse semestre o PET deseja um ótimo descanso, Boas Festas, um Feliz Natal e um 2018 surpreendente a todos!!!


sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

E o PET trouxe mais um minicurso de sucesso

Nos dias 21, 22 e 23 de novembro de 2017 foi realizado o minicurso “Avaliação Nutricional: Prática em medidas antropométricas”. A Profª Drª Andréa Sugai Mortoza ministrou uma verdadeira aula com diferentes protocolos para medição das 8 dobras cutâneas (biciptal, triciptal, subescapular, axilar média, peitoral ou torácica, suprailíaca, abdominal, coxa e panturrilha).







O minicurso aconteceu de maneira expositiva com aplicação prática, na qual os participantes, organizados em dupla, puderam aplicar o conhecimento um nos outros e tirarem suas dúvidas.


Esse tema foi escolhido pelo grupo PET NUT por ser de utilização fundamental na prática clínica e exigir treinamento contínuo para aprimoramento da técnica. No ato da inscrição os alunos responderam algumas perguntas afim de conhecermos as deficiências dessa temática da área acadêmica e sua relevância.


A temática do minicurso é ministrado de forma satisfatória da graduação?
As informações passadas em sala são suficientes para a compreensão do conteúdo?

Você sente que o tema abordado possui deficiência na graduação?



Ao final foi enviado um questionário para avaliar a aplicação do minicurso, as perguntas realizadas foram as seguintes:


Quanto ao tema:

Quanto à organização:



Quanto a didática do palestrante:

  

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Você conhece o DCE? Sabe qual a sua importância ?


O que é o DCE?
O DCE (Diretório Central dos Estudantes) é a entidade representativa de todos os estudantes, é um espaço sujeito a disputas democráticas no campo dos interesses da categoria dos estudantes, congrega vários Centros Acadêmicos (CA’s) e diferentes espaços de discussão e decisão.  São realizadas, a cada dois anos, eleições entre os estudantes de graduação a diretoria do DCE.

Qual o papel do DCE e dos Centros acadêmicos?
O papel do DCE e dos CA’s é: estudar, discutir, definir e lutar pelos interesses do conjunto dos estudantes dentro da Universidade: a qualidade do ensino e a saúde da Universidade, expressa no crescimento e no caráter realmente público desta instituição.

O que é um Centro Acadêmico?
Um Centro Acadêmico (CA) é uma entidade que representa todos os estudantes de um curso. E para representar, ele deve manter com seus estudantes um canal direto e permanente de contato, realizando as discussões, debates, palestras e reuniões de forma democrática e aberta a todos que quiserem participar.
Dentre as funções básicas do CA está principalmente garantir o contato dos estudantes do curso com os órgãos de representação geral (DCEs, Executivas de curso e etc.). Discutir soluções para os problemas do curso (como falta de professores, mudanças curriculares, matérias mal planejadas), garantir que haja representação dos estudantes nos órgãos colegiados e departamentos, fazer a recepção de calouros, organizar confraternizações e fiscalizar a faculdade também são importantes funções de um Centro Acadêmico.

O que é e para que serve um DCE?
É a entidade representativa dos estudantes da Universidade e tem a finalidade de defender os direitos dos estudantes da universidade. É o DCE que representa o corpo discente na reitoria e nos governos, levando suas reivindicações, propostas e idéias. E é também por meio dele que os estudantes devem dar sua contribuição para conquistarmos uma sociedade mais justa.
Além disto, é função do DCE promover a integração dos alunos da universidade, pondo em contato idéias, trabalhos, pessoas e experiências de todo o universo estudantil.
O DCE deve ser e ter espaço para que tudo isso aconteça e, para isso acontecer, este deve estar aberto às tais “idéias, trabalhos, pessoas e experiências”, criando projetos e eventos que possam congregar toda a heterogeneidade que comporta a universidade.


Quais são os principais objetivos do DCE?
Fazer com que o DCE seja uma entidade que defenda exclusivamente os interesses DOS ESTUDANTES e que não sirva de ferramenta para a ascensão de terceiros;
Lutar por propostas que visam melhorar o dia-a-dia dos estudantes desta universidade;
Criar uma política cultural efetiva que contemple as mais diversas manifestações artístico-culturais de nossa cidade, estado e país;
Fazer com que o DCE se torne um canal central de comunicação efetivo entre os alunos da universidade.

A política do DCE
Assim como nós, o Brasil (com) vive com suas expectativas de mudanças. Muitas delas somente serão conquistadas se a sociedade se organizar. Principalmente aquelas transformações que levam a uma mudança favorável para a realidade da maioria do povo.
Mas e a nossa Universidade? Acreditamos que ela também precisa de mudanças. Isso significa a aproximação da universidade com as principais demandas da sociedade, da ampliação da democracia, da qualificação do ensino, do apoio dado à produção científica e tecnológica, da valorização da assistência estudantil e da ampliação do acesso dos jovens ao ensino superior.
E como podemos transformar a universidade? Acreditamos que uma das respostas é a organização estudantil. E o Diretório Central dos Estudantes (DCE), deve cumprir com este papel.
Por fim, damos saudações, a todos aqueles que tem coragem de mudar e melhorar qualquer espaço da universidade, seja a sua sala de aula, seu curso, tornando assim a nossa universidade e a nossa entidade cada vez mais, um espaço VIVO.

Saiba Mais!

No dia 06 de dezembro deste ano, ocorreram as eleições para o DCE da Universidade Federal de Goiás. A sede do DCE da UFG localiza-se no Campus II, Samambaia. Entre três  chapas que se candidataram para tomar frente do DCE, a chapa 2 "Que nada nesse mundo cale a nossa voz" venceu  as eleições.  Conheça algumas das propostas da chapa vencedora:

1) Assistência Estudantil:
- Lutar pela construção e ampliação da casa dos estudantes e manutenção do subsídio na alimentação para todos os estudantes;
- Mobilizar a luta pelo café da manhã no R.U;
-Criação de uma rede de psicólogos que podem atender o público da UFG;

2) Externas:
- Mobilizar a luta pela garantia do passe livre e pela volta da meia passagem em Goiânia;
- Exigir da RMTC linha direta de todos os terminais até o campus;
-Solicitar a prefeitura que seja realizada com frequência a manutenção da iluminação da região da praça universitária;

3) Infraestrutura
- Solicitar à RMTC instalação de máquina de recarga no campus;
- Luta por mais espaços de convivência em unidades como as engenharias;
- Buscar junto a Reitoria que seja garantido a iluminação nas passarelas durante o período noturno;

4) Segurança
- Requisitar junto à prefeitura o aumento da iluminação dos pontos de ônibus e na praça do campus universitário;


 Foto do DCE da UFG, localizado no Campus II Samambaia

Fonte: https://dceuvacf.wordpress.com/o-que-e-e-para-que-serve-o-dce/