sexta-feira, 17 de novembro de 2017

14 DE NOVEMBRO - DIA MUNDIAL DO DIABETES

        Segundo as Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (2016), o Diabetes Mellitus (DM) se trata de um conjunto de distúrbios que levam a um quadro de hiperglicemia no indivíduo, podendo ser decorrente de uma deficiência na ação de insulina, na sua produção ou em ambas. Este grupo de distúrbios acomete cerca de 387 milhões de pessoas, e estima-se que alcance 471 milhões de pessoas até 2035. O número de pessoas portadoras de Diabetes tem aumentado devido ao estilo de vida contemporâneo, que consiste em uma alta prevalência de sedentarismo e mudanças no padrão da alimentação.
       
Como saber se eu possuo Diabetes?
Se você possui possui sintomas como: vontade de urinar muito mais frequente que de costume, muita sede e perda de peso (sem grandes alterações no padrão alimentar e ritmo de exercícios físicos), além de uma glicemia casual (realizada em qualquer hora do dia) maior ou igual a 200 mg/dL, é possível que você esteja pré-diabético ou mesmo diabético. Portanto, agende uma consulta médica em uma unidade de saúde! Você pode ligar no número 0800 646 1560 para agendamentos na cidade de Goiânia.
Devido à onerosidade que as complicações da Diabetes causam, ela pode ser considerada um problema de saúde pública, pois afetam os indivíduos e as famílias e gera gastos maiores no tratamento da doença. Além disso, as demais consequências como perda de qualidade de vida e dor são custos intangíveis (SBD, 2016).

Diante desses aspectos da doença e suas complicações, foi criado o Dia Mundial do Diabetes, comemorado dia 14 de novembro, com o intuito de conscientizar e informar a população a respeito da patologia, e é claro que o PET NUT não poderia ficar de fora!





No último sábado, dia 11 de novembro, nós do PET NUT em parceria com a Superintendência de Vigilância em Saúde (SUVISA) e a Liga Acadêmica de Nutrição (LANUTRI) organizamos o Primeiro Circuito de Goiânia do Dia Mundial do Diabetes. O evento foi voltado apenas para portadores de Diabetes. Aconteceu na Vila Ambiental, localizada no Parque Areião e contou com a parceria dos cursos de Educação Física e Enfermagem.
Tivemos atividades de educação alimentar e nutricional como mitos e verdades, fantoches e quantidade de carboidrato por alimento, e educação física voltadas para adultos, crianças e adolescentes, que consistiu numa caminhada acompanhada por um educador físico, além de estações do curso de Enfermagem monitorando a pressão e o controle glicêmico de cada participante.

Ao final do evento, todos os participantes ganharam medalhas e brindes como forma de prestigiá-los pelo seu empenho em estar conosco se informando e atualizando sobre o Diabetes.




sexta-feira, 10 de novembro de 2017

#ChegaDeAgrotóxicos

Os agrotóxicos são produtos de origem química, biológica ou física que são utilizados para exterminar pragas ou doenças que ataquem as culturas agrícolas. Eles podem ser denominados pesticidas, fungicidas  ou herbicidas, dependendo da sua atuação. Sua utilização é comum nos setores de produção, nas pastagens e em ambientes urbanos, hídricos e industriais. Podem ser encontrados em verduras, legumes, frutas e grãos, e até mesmo em leite, carnes e ovos. Todavia, seu uso é dispensado, como vemos nos modelos agroecológicos que possuem uma produção eficaz sem a utilização desses produtos químicos.
Atualmente a utilização de agrotóxicos pela agropecuária tem sido muito intensa. Os órgãos de saúde se preocupam com a utilização deste químico, pois podem trazer risco à segurança alimentar e nutricional. Eles podem causar diversos problemas de saúde em decorrência da exposição a longo prazo, como o câncer. Além disso, a utilização de agrotóxicos contaminam os cursos de água, reservatórios hídricos e o solo.  Em março deste ano a  ONU afirmou que os agrotóxicos são responsáveis por 200 mil mortes por intoxicação aguda a cada ano, e que mais de 90% das mortes ocorreram em países em desenvolvimento, pois os órgãos de regulamentação de saúde e meio ambiente ainda se mostram vulneráveis.

Com o intuito de combater o uso exagerado dos agrotóxicos e promover a redução dos níveis aplicados, em 2016, surgiu o Projeto de Lei 6670/2016 que foi nomeado de Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pnara) visando a redução contínua do uso dos agrotóxicos e a divulgação de insumos naturais de origem biológicas para colaborar com a sustentabilidade do planeta e promoção de uma alimentação mais saudável.

Você pode contribuir com essa luta e apoiar a aprovação da Pnara!!! É só assinar a petição online através do link:http://www.chegadeagrotoxicos.org.br.  
#ChegaDeAgrotóxicos

Referências
http://www.chegadeagrotoxicos.org.br - para assinar a petição


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

ENTENDA OS FUNDAMENTOS DOS NOSSOS MINICURSOS

Como já abordado em outras postagens, o PET é regido pelo tripé Pesquisa, Ensino e Extensão. Ao longo desse ano temos desenvolvido diversas ações de Extensão, e, a partir do segundo semestre retomado trabalhos de Pesquisa e Ensino.

Em anos anteriores, a atividade de Ensino era realizada por meio do apoio acadêmico, no qual os alunos de graduação que possuíam dificuldades em alguma disciplina poderiam agendar um horário e ir até a sala do PET para que os petianos realizassem o apoio acadêmico. Contudo, em 2016, essa atividade teve baixíssima procura, o que inviabilizou a realização no formato utilizado.

Pensando nisso, o Apoio Acadêmico foi ressignificado e transformado em Minicursos, alinhado aos objetivos do programa previstos na Portaria nº 976/2010: Desenvolvimento de atividades acadêmicas em grupo de aprendizagem coletiva e interdisciplinar; contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica; estimular a formação de profissionais e docentes; formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior; introduzir novas práticas pedagógicas na graduação.

IMG_6223.JPG

No último dia 18 foi realizado o MInicurso de “Interpretação de Exames Bioquímicos Aplicado à Nutrição”, o primeiro dessa nova fase do Apoio Acadêmico. Durante duas horas o Prof. Dr. João Mota expôs o conteúdo com teoria, exemplos práticos e tira-dúvidas aos quase 50 graduandos participantes.

IMG_6199.JPG

IMG_6203.JPG



Ao final do curso os alunos preencheram um questionário avaliativo, para melhorar os próximos, tornando-os mais atrativos e alinhados aos interesses de nosso público.







E fique ligado! Nos dias 21, 22 e 23 de novembro teremos outro Minicurso com o tema “Avaliação Nutricional: prática em dobras cutâneas” com a Profª. Drª. Andrea Sugai Mortoza. Você pode se inscrever em um dos três dias conforme sua disponibilidade e melhorar seu conhecimento e habilidades nesse assunto.